CIDADES VIZINHAS

Loading...

SETEMBRO 2021
SETEMBRO 2021

 

 21 set

Vaqueiro é morto a tiros em Coroaci

Vaqueiro foi morto na zona rural de Conceição de Tronqueiras, distrito de Coroaci — Foto: Polícia Civil

O crime aconteceu no Córrego do Rochedo e um

suspeito, de 57 anos foi preso.

Um homem foi morto a tiros na zona rural de Conceição de Tronqueiras, distrito de Coroaci, nesta segunda-feira (20). De acordo com a Polícia Militar, Celso Caldeira Reis era vaqueiro e produtor rural.

O crime aconteceu logo pela manhã. Segundo a PM, a vítima tinha descido para recolher o leite das vacas e, enquanto trabalhava, foi atingida por dois tiros. Os vizinhos que ouviram o barulho dos disparos viram Celso caído no chão e acionaram a polícia.

Celso era morador de Tronqueiras, pai de quatro filhos e não tinha passagens pela polícia. O autor do crime, de 57 anos, foi preso algumas horas depois. Com ele, foram apreendidos celulares, facão, munições e uma espingarda cartucheira calibre 28 que foi utilizada no crime.

Segundo o delegado responsável pelo caso, o suspeito é foragido da Justiça do Estado de São Paulo pelo crime de extorsão mediante sequestro.

“A vítima era uma pessoa trabalhadora e estaria recebendo ameaças do suspeito, desde a semana passada. As investigações continuarão a fim de identificar as circunstâncias e a real motivação desse crime bárbaro”, disse o delegado.

O autor foi encaminhado à delegacia e negou a autoria do crime. Ele foi autuado em flagrante por homicídio e levado ao sistema prisional.

 

Fonte g1.com/vales

                            


 19 set

O GAZETA SAFIRA chega a marca de UM MILHÃO E CEM MIL ACESSOS em nossas páginas. Agradecemos a todos os internautas pela parceria e fidelidade. Somos um canal de comunicação, levando a sério e a integração entre nossas  comunidades. Estamos com a região de Coroaci, Virgolândia, Nacip Raydan, São José da Safira, Santa Maria do Suaçui, Marilac e Chonim. A notícia acontece ai? anuncie aqui 33 988121030 whatsapp. 

Gazeta Safira a notícia simples e objetiva!  

O Portal das Cidades Vizinhas. 

                                        


COMITIVA DE PREFEITOS DO LESTE SE REUNE

COM GOVERNO DE MINAS E FAZ

REINVIDICAÇÕES PARA A REGIÃO.

 

PREFEITOS REINVIDICA A PAVIMENTAÇÃO DA

EXTENSÃO DA RODOVIA SANTOS FERNANDES

DE SÁ, A MG-451 DE MARILAC ATÉ O

ENTROCAMENTO PARA NACIP RAYDAN

 

Uma comitiva de prefeitos da região leste de Minas esteve na capital mineira e participaram de uma audiência com o Governador do Estado, Romeu Zema, o Deputado Federal, Paulo Abi-Ackel e o Deputado Estadual, João Magalhães.

O encontro, que teve a participação de prefeitos conseguiu garantir ainda mais melhorias nas áreas da saúde, obras, educação e meio ambiente tanto para a sede, quanto para o campo, no qual já resultou em várias conquistas atualmente, através de emendas dos deputados.

O governador determinou o encaminhamento para as providências burocráticas, de forma com que as demandas dos deputados e dos prefeitos sejam viabilizadas.

No encontro, também foi discutida a possibilidade de pavimentação da EXTENSÃO da rodovia Santos Fernandes de Sá, no trecho da MG-451 que liga Marilac até ao entroncamento da LMG-744, Nacip/Safira, totalizando 19 quilômetros de chão.  

Governador Romeu Zema anunciou o investimento de R$4 milhões em obras de recuperação na MG-451. Segundo os prefeitos, a falta de infraestrutura na estrada impede o desenvolvimento econômico da região, que tem alta demanda no agronegócio.

Estiveram presentes na Reunião o prefeito de São José da Safira, Curisco, o ex-prefeito da cidade Tony Lacerda, a prefeita de Santa Maria do Suaçuí, Pastora Angelina, o prefeito de Nacip Raydan, Eduardo Antônio (Duzão), prefeito de Marilac, Edmilson Valadão, prefeito de Água Boa, Orlando Cardoso (Zola) e o prefeito de Galileia, Jujuba.

             X                                                                                                                         


 14 set

Homem é condenado a 35 anos de prisão por feminicídio e homicídio qualificado, em Bom Jesus do Rosendo
MARCADO JULGAMENTO DO TEMA 709 - SindiVigilância Campinas -  www.sindivigilancia.com.br
O Ministério Público de Minas Gerais conseguiu a condenação de J.A.G. a 35 anos de prisão por matar sua mulher A.R.F e o vizinho J.M.L.S a golpes de foice. O réu foi condenado pelo Tribunal do Júri por dois homicídios qualificados, por motivo fútil, com emprego de meio cruel, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima e por razões de condição do sexo feminino, no caso da primeira vítima.
Segundo a denúncia, da Promotoria de Justiça da Comarca de Santa Maria do Suaçuí, o autor queria se vingar da vítima A.R.F. por ter sido preso e teve ciúme ao encontrar J.M.L.S. sozinho com a esposa na residência do casal. O crime aconteceu no povoado Bom Jesus de Rosendo, em São José da Safira, em 24 de junho de 2017. O réu tinha sido preso dois dias antes em flagrante por ter praticado lesões coporais e ameaçado de morte a vítima. Assim que conseguiu liberdade provisória, ele voltou à casa onde morava com a A.R.F, armado de foice, e degolou primeiro o vizinho, que estava próximo à porta do quarto.Em seguida, atacou a mulher que estava sentada na cama, desferindo vários golpes de foice e chegando a quase amputar o braço esquerdo da vítima. Ele desligou a energia e se escondeu nas proximidades, mas voltou para atacar novamente a mulher, no pescoço e na face, o que provocou a morte dela.
Pela morte de A.R.F, o réu foi condenado a 18 anos e 8 meses de reclusão por feminicídio, com a agravante meio cruel e as circunstâncias judiciais desfavoráveis motivo fútil e recurso que dificultou a defesa do ofendido. No caso da vítima J.M.L.S, ele foi condenado a 16 anos e 4 meses de prisão por homicídio qualificado (uso de meio cruel), com agravante (motivo fútil) e circunstância judicial desfavorável (recurso que dificultou a defesa do ofendido). O réu vai permanecer em regime fechado.
                   fonte G1 VALES                     


 14 SET

SAFIRA EM CHAMAS

São José da Safira é castigada pelas queimadas de vegetação. Já são 4 dias de intenso calor e fogo de ambos os lados no município, hoje 14/09, o quarto dia e o fogo continua.

Desde sexta-feira (10/09), as queimadas vem destruindo a vegetação em Safira. Dois focos de incêndio de grande proporção vem sentido Poáia e o outro foco sentido Bom Jesus do Rosendo. O fogo vem devastando o que tem pela frente, destruindo a fauna e a flora.

Como se não bastasse as ameaças de falta de água e racionamento de energia elétrica, ainda sim! aparece um irresponsável para colocar fogo nas pastagens.  As matinhas levaram anos para se recompor e a ação do homem a destrói em questão de horas.

A Empresa GV NET que atua no município teve prejuízos com cabos de fibra óptica queimados e internet fora do ar. Segundo o proprietário os prejuízos serão calculados após o incêndio

As queimadas são um tipo de prática agrícola utilizada no meio rural, sendo umas das ações mais antigas realizadas pelo homem.

Considerada de baixo custo, a queimada é conhecida por sua rapidez, pois em muitos casos ela é utilizada como uma ferramenta para limpeza e fertilização do solo.

Em contrapartida, em alguns casos sua aplicação pode perder o controle, provocando grandes incêndios, além disso é alvo de críticas por parte dos ambientalistas.

A realização de queimadas gera consequências para o meio ambiente, dentre elas as principais são:

  • alterações no equilíbrio dos ecossistemas;
  • desertificação ambiental;
  • circulação de águas superficiais e subterrâneas;
  • mudança da temperatura e umidade do solo;
  • manutenção e controle de fauna e flora;
  • diminuição da biodiversidade;
  • emissão de gases poluentes;
  • piora a qualidade do ar;
  • contribui para o aumento da poluição do ar;
  • intensifica o efeito estufa e o aquecimento global.

 

Em nossa região a maioria das queimadas são provocadas por certas atitudes: 

1º 

Germinação e reciclagem de nutrientes

Prática agrícola

Utilizada como processo para germinação de certas espécies de vegetais. Em alguns ecossistemas que existe a predominância de gramíneas, a queimada atua como um fator que estimula a reciclagem dos nutrientes.

 

Vandalismo

Criminoso

É quando a queimada é provocada de forma intencional, como ao descartar cigarro aceso nas margens de estradas e em terrenos abandonados.

                                                                                         


 

Quatro espingardas usadas foram apreendidas pela Polícia Militar em Coroaci   

A Polícia Militar apreendeu, em Coroaci, quatro armas de fogo na zona rural do município. A ação foi realizada durante a nona fase da operação Mateus 5:9.

De acordo com a PM, denúncias informaram que na região do Córrego Lessa Pequeno havia caçadores que se encontravam para realizar caçadas.

No local, os militares encontraram um saco debaixo de madeiras. Dentro dele, foram localizadas quatro espingardas e munições, sendo três deflagradas e uma intacta. Os donos das armas não foram identificados e ninguém foi preso.

  fonte: acesse aqui    G1.Vales

                                                                                                                                

set

 



11 set

Em Marilac mulheres são presas suspeitas de tráfico de drogas

A polícia recebeu informações de que uma mulher estava indo de Governador Valadares para Marilac transportando drogas e movimentando o tráfico no local. Após denúncia a PM fechou o cerco em uma residência em Marilac, efetuando o flagrante.

A mulher e mais três integrantes tentaram evadir do local, mas a PM conseguiu aborda-las. No local foi encontrado poção de maconha, cocaína, balança de precisão, celulares, sementes de maconha e material de manuseio de drogas.

Diante fatos a polícia militar efetuou a prisão das quatro mulheres e do material e ambos foram conduzidos a delegacia de Governador Valadares.  

Fonte: TV Leste MG

                                                                                                                                            



SETEMBRO

Operação Paz no Campo XVI liberta aves

e apreende veículo e armas em três

cidades 

A ação da Polícia Militar foi realizada em São José da Safira, São João Evangelista e Sabinópolis.

A Polícia Militar de Meio Ambiente realizou a operação Paz no Campo XVI nesta sexta-feira (3). Em três cidades da região, os militares prenderam duas pessoas, libertou aves mantidas em cativeiro e galos vítimas de maus-tratos e apreendeu armas e veículo adulterado.

Em São José da Safira foi cumprido um mandado de busca e apreensão, expedido pelo Juiz da Comarca de Santa Maria do Suaçuí. Durante a ação, os policiais encontraram 14 galos, sendo que um deles já estava morto supostamente por uso de medicamentos utilizados para fortalecer a ave.

Além disso, outros 10 estavam com as coxas depenadas e alguns apresentavam ferimentos. Com isso, a suspeita é de que os galos eram utilizados em rinhas. De acordo com a Polícia Militar, o autor, de 38 anos, não estava no local.

No município de São João Evangelista, militares receberam denúncias de que havia um desmatamento em vegetação que fica na zona rural do município. No local, duas pessoas, de 35 e 49 anos, foram presas em flagrante por desmate. O proprietário do terreno não estava no local, mas responderá pelo mesmo crime. Além disso, a PM ainda apreendeu uma escavadeira hidráulica.

Já em Sabinópolis, a polícia foi a um imóvel denunciado por ter um cativeiro ilegal de pássaros silvestres, além de uma arma de fogo. No local, os militares encontraram duas aves da espécie bicudo em gaiolas e uma espingarda polveira de fabricação artesanal.

Ainda segundo a PM, na garagem da casa havia uma moto com o chassi raspado e com uma placa clonada. Os responsáveis pelas aves e pelo veículo responderão pelos crimes de adulteração de veículo e cativeiro irregular de aves.

 fonte: Policia Militar e G1.Vales

 Veja mais em    https://g1.globo.com/mg/vales-mg/                                                                                    


 setembro

40 anos das mulheres na PM de Minas Gerais

 

O trabalho historicamente exercido por homens nunca foi um obstáculo para muitas mulheres que sonham em seguir a carreira militar. Mesmo com as dificuldades da profissão, a sargento Betânia Leonardo conta que trabalhar como policial era um sonho desde a adolescência.

“Na minha adolescência eu já falava que queria ser policial, mas, como toda adolescente costuma ser indecisa, meus pais não acreditavam muito. Quando eu passei em todos os testes e fui chamada para ingressar, veio a certeza. Então meus pais me disseram para ser feliz, me comportar e vencer, já que o sonho estava se realizando, para ter a certeza de que era isso mesmo que eu queria”, disse a sargento, na PM há 26 anos.

Valadarense, Betânia revela que uma das principais dificuldades no início da profissão foi o fato de ter sido nomeada para a PM em outra cidade e de ter que se adaptar à função longe da família.

“Como ingressei na cidade de Poços de Caldas, fora desta minha cidade de Governador Valadares, a primeira dificuldade foi ficar fora de casa, morar em outra cidade sem conhecer nada e ninguém. Chegar a um lugar do qual nada se sabe, juntamente com vários outros, sem sequer um conhecer o outro, foi difícil. Confesso que chorava todos os dias e me perguntava ‘será que vou suportar ficar longe da minha família?‘”, relata.

Motivo de orgulho e gratidão

Há 13 anos trabalhando como policial, a cabo Emília Alves afirma que servir à sociedade se tornou um motivo para acreditar em sua capacidade de vencer as dificuldades da vida.  

“Servir na Polícia Militar me proporciona todos os dias acreditar que sou capaz de vencer a intempéries da vida e me sentir parte daqueles que trabalham por uma sociedade melhor. Quero agradecer às PM’s femininas que vieram antes de mim e desbravaram os primeiros caminhos”, declarou.

Força e leveza

A capitã Dalila Andrade Pereira ingressou na Polícia Militar em 1993. Para ela, com o tempo, é possível notar que a presença de mulheres na corporação trouxe força e leveza para os cargos, sendo um ponto positivo para toda a sociedade.

“Tenho muito orgulho de fazer parte de uma Corporação composta por homens e mulheres valorosos. Comemorar, hoje, 1º de setembro de 1981, os 40 anos de inclusão da mulher na Polícia Militar Minas Gerais é motivo de muita alegria e de agradecimento, primeiramente a Deus, e a todos aqueles que, desde o ano de 1981, perceberam que a nossa presença, o nosso profissionalismo, a nossa dedicação, a nossa força e, ao mesmo tempo, a nossa leveza, têm contribuído para o fortalecimento dos valores e objetivos propostos para o cumprimento de nossa missão institucional, sempre em prol da sociedade.”

  fonte:  DRD Veja mais em    www.drd.com.br                                                                                                                                     


 01 SET

Motoristas devem ficar atentos aos Radares de Valadares que já voltaram a funcionar; confira os locais
 Radares entram em funcionamento na próxima segunda (2) em Valadares -  Diário do Rio Doce

São 18 equipamentos instalados em pontos estratégicos da cidade, onde há maior risco de acidentes.

De acordo com a Prefeitura, 18 equipamentos estão instalados em pontos estratégicos, onde há maior risco de acidentes. Seis deles foram reativados e 12 são novos.

O objetivo é que os radares possam inibir os condutores de desrespeitarem as leis de trânsito, bem como prevenir acidentes.

Segundo a Prefeitura, quem desrespeitar os radares recebe autuação que pode variar de por infração média a gravíssima, dependendo do percentual que o motorista infringir da velocidade em cada trecho.

Os condutores que cometerem excesso de velocidade ou avanço de semáforo cometem infração gravíssima; o avanço de semáforo gera sete pontos na carteira e multa.

Já o excesso de velocidade de 20% até 50% acima do limite permitido é uma infração grave, que gera 5 pontos na carteira.

Confira os trechos onde estão instalados os radares:

Radares de velocidade

 

Veja mais notícias da região em G1 Vales

Fonte> Prefeitura de Valadares e G1.com